É possível manter o bem-estar com tantas reuniões remotas?

06/11/21
Sem categoria

Vamos voltar no tempo, longe das reuniões remotas. Há pouco mais de um ano, você chegaria na empresa cumprimentando seus colegas, colocaria as coisas na sua mesa, olharia sua agenda, pegaria um café e partiria para uma reunião. Lá, você conversaria com as pessoas, trocaria ideias aqui, ali, finalizaria o compromisso para logo começar uma nova reunião em outro andar. No trajeto, daria algumas palavrinhas com os colegas e aproveitaria para agendar o happy hour no fim do dia, afinal, ninguém é de ferro.

E hoje, como é a sua rotina? Acorda em cima da hora, troca de roupa correndo, pega um café e conecta para a primeira reunião do dia? Fica intermináveis minutos na cadeira, na mesma posição, com o olhar fixo na tela, olhando para todos os participantes ao mesmo tempo, inclusive vendo você mesmo?

De repente, entra uma nova chamada indicando a próxima reunião. Não dá tempo nem de buscar uma água, muito menos de ir ao banheiro, certo? E você continua olhando para a mesma tela. O assunto rola e você se pergunta se essa reunião não poderia ser um e-mail. Por fim, o dia está acabando, você combinou um happy hour com os colegas. Você se levanta, busca uma bebida e conecta para falar com eles.

Você se identifica com a situação acima? Como você anda se sentindo ultimamente? O fato é que o excesso de reuniões remotas tem afetado a felicidade e bem-estar das pessoas. 

Ficar conectado o dia todo em videoconferências causam ansiedade e esgotamento mental. Afinal, já existe até um termo para isso: o Zoom Fatigue

Vamos compartilhar alguns aprendizados que podem ser aplicados na sua empresa para que as reuniões remotas aconteçam sem danos à sua saúde e de sua equipe.

Como lidar com as reuniões remotas?

  • Crie uma rotina de bem-estar cuidando da alimentação, faça uma atividade física e organize um espaço confortável para trabalhar.
  • Cuide da sua agenda para não colocar mais compromissos do que dá conta em um dia.
  • Estabeleça o horário de início e término do trabalho. Dessa forma, faça pausas de 5 a 10 minutos entre as reuniões e aproveite para alongar o corpo.
  • Agende reuniões mais curtas e objetivas com pautas já definidas.
  • Durante as reuniões online selecione o modo que destaca a imagem de quem está falando. Sendo assim, fixe somente em uma pessoa pode ser menos desgastante visualmente.
  • Reflexões: uma ligação de áudio não é suficiente? Esse formato requer menos energia porque você pode se movimentar. Uma mensagem de e-mail resolve?
  • Nos momentos de lazer, procure atividades offline como música, meditação, dança, artes, leitura ou até mesmo cozinhar algo especial.

A pandemia mostrou uma realidade que já vinha acontecendo nas empresas que é a rotina de reuniões remotas muitas vezes desnecessárias. Dessa forma, o volume de horas de trabalho no remoto aumentou porque não existem intervalos entre as reuniões.

As empresas não idealizaram esse modelo. Por isso, um dos desafios para quem é da área de RH é o redesenho da experiência do colaborador com foco no bem-estar. Sendo assim, não existe uma receita para isso. Afinal, cada empresa deve experimentar os diferentes formatos e aplicar o que faz mais sentido para o seu contexto.

O olhar agora é para qualidade de vida e saúde mental dos funcionários. No fundo todo mundo só quer mesmo é ser feliz. Vamos vibrar juntos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *